1/3

BILÍNGUE

LOGOILIOFICIAL2018.png
rumo aos 35 anos.png

Bilíngue

Diretrizes para a oferta de Educação Plurilíngue.

O Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou as Diretrizes Nacionais para a Educação Plurilíngue no Brasil. Essa análise aguarda a homologação pelo Ministério da Educação (MEC).

 

A resolução apresenta definições e regulamentações importantes para orientar toda a comunidade escolar. O principal objetivo é esclarecer acerca da concepção de escola bilíngue e das suas diretrizes educacionais.

Recomendações ao Ministério da Educação  - Projeto de resolução

 

•Currículo único, integrado

•Ministrado em duas línguas de instrução

•Visam ao desenvolvimento de competências e habilidades linguísticas e acadêmicas nessas línguas.

•Devem ter projeto pedagógico bilíngue que contemple todas as etapas (EI, EF e EM)

•Tempo de instrução na língua adicional

•Ed Inf: Min 30% - Max 50% das atividades curriculares

•EF: Min 30% - Max 50% das atividades curriculares

•EM: Min 20% da carga horária na grade curricular oficial, podendo a escola incluir itinerários formativos na língua adicional.

    As Escolas que não ofertem currículo bilíngue em todas as etapas de ensino devem comunicar essa escolha à comunidade escolar e, em decorrência, não podem utilizar a denominação de escola bilíngue

 

Nas situações previstas nos incisos I, II e III (tempo de instrução), o currículo bilíngue deve ser necessariamente oferecido a todos os estudantes.

Saiba mais... Baixe o e-book

Projeto de Resolução - Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Plurilíngue.

e-book

Vídeos informativos - Bilíngue

equipe.png

Ligue (65) 3618-5100

Fale conosco

pelo WhatsApp